side-area-logo

Se você chegou com residência permanente ou seu companheiro (a) vieram com permissão de estudo e que você tem um permite de trabalho aberto, você provavelmente está buscando um emprego!

Perfeito! Vamos te ajudar a seguir o processo, passo a passo, com dicas específicas de acordo com a nossa experiência e o experimento recente de nossa cliente, Renata.

Ela veio para o Canadá com seu marido. Ela veio com o visto de estudante e ele com o visto de trabalho aberto. O plano deles é de iniciar o processo de residente permanente através do PEQ (Programme de l’expérience québécoise) depois dos estudos ou de um ano de trabalho dele.

Nós podemos sugerir um plano para você encontrar seu futuro emprego. São dicas para acompanhá-lo (a) na busca de uma melhor oportunidade profissional!

Antes da explicação dos passos, é muito importante saber que as vezes, encontrar um primeiro emprego em Québec pode demorar se você tem muitas expectativas, porém não tem flexibilidade para mudar de acordo com as situações e oportunidades que surgirem. Queremos mostrar que encontrar a primeira oportunidade é muito importante, mesmo que não seja o trabalho ideal. Sempre lembrando que você vai precisar de energia para entender a língua e sobre tudo a cultura.

O primeiro emprego pode ser um desafio, porém você pode encontrar os meios de ascender e se adaptar ao ambiente de trabalho, com a nossa ajuda.

Para mudar de país, você deve ficar pronto a aceitar um mercado de trabalho diferente com outro funcionamento e estar ciente de que algumas profissões exigem a equivalência do diploma.

Primeiro passo – a língua

Para uma busca de emprego bem-sucedida, é essencial falar bem o francês. Seu nível tem que ser no mínimo intermediário-avançado. Mas, caso você tenha apenas o nível básico de francês, não tem problema, você pode continuar estudando para aperfeiçoá-lo e trabalhar no tempo restante. Porém as ofertas de trabalho para quem não domina de forma razoável, a língua, diminuem drasticamente. Exemplos de empregos que não precisam de muito francês: camareira (femme de chambre), lavador de pratos (plongeur), limpeza (entretien ménager), fábrica e/ou depósitos (entrepôt) entre outros serviços braçais.

Mas nesse texto vamos focar em como o marido da Renata conseguiu emprego na área dele (as dicas podem ser aplicadas para procurar outros tipos de emprego também). Deixe-nos dizer-lhe: Não foi fácil! Mesmo com um francês de nível B2(segundo o TCF – Test de Connaissance du Français), ele teve que ultrapassar algumas barreiras como o nervosismo e ansiedade, além de trabalhar durante à noite em uma fábrica.

Segundo passo – Pesquisar exaustivamente.

O que você deve procurar?

– Sobre as condições de trabalho na sua área de atuação. Se precisa ou não passar por uma prova de ordem (por exemplo para ser enfermeira aqui no Québec, precisa antes realizar a equivalência, a validação do diploma e passar na prova da ordem das enfermeiras do Québec – http://www.oiiq.org/ )

– Procurar sites de oferta de emprego, e cadastrar-se neles para receber as propostas de emprego mais recentes, na sua área de trabalho. Segue link de alguns:

http://www.quebecentete.com/pt/

http://www.emploiquebec.gouv.qc.ca

https://www.indeed.ca/

https://www.jobboom.com/fr

https://www.jobillico.com/fr

https://www.workopolis.com/en/

https://www.monster.ca/

– Procure se informar sobre as empresas que você deseja trabalhar. Entre no site e verifique se você tem ou não perfil para trabalhar lá. Não se esqueça de se cadastrar na newsletter, para receber as vagas de emprego que estão sendo ofertadas naquela empresa especificamente.

– Busque empresas de placement. Em português poderia ser uma espécie de empresa de terceirização. Abaixo você pode encontrar diversas empresas.

https://www.randstad.ca/fr/
https://www.adecco.ca/fr-ca

www.agences-de-placement.ca/ 
https://www.abacustalent.com/jobs (em TI) Lá você vai encontrar ofertas de trabalho também mas é uma empresa que pode te ajudar a compreender melhor o mercado de trabalho na área de TI…

Terceiro passo – réseautage

Procure fazer o que eles chamam aqui de ‘’réseautage’’, que nada mais é do que redes de contato/ networking. Procurar manter contato com pessoas que trabalham na área de seu interesse, é importante pois te abre caminhos e novas oportunidades que você sequer estava esperando. Pois como diria um provérbio português: “Mais vale um amigo na praça, que dinheiro em caixa”. Então busque falar com o máximo de pessoas possíveis, e abraçar as oportunidades que aparecerem.

Mais uma vez a língua vai contar bastante. Porém não espere estar em um nível avançado de francês para começar a entrar em ação. Se aventure, se permita e vá à luta! Abaixo falo algumas dicas de como melhorar sua rede de contato.

– Venha com o espírito aberto, para encontrar pessoas de outras culturas, e participar de eventos, desde o mais simples (eventos de comunidades e de bairros que normalmente são gratuitos), até os mais badalados (que geralmente são pagos);

– Faça trabalho voluntário. Aqui está o link explicando como se tornar voluntário em Québec -> https://www.mess.gouv.qc.ca/sacais/action-benevole/devenir-benevole.asp ;

– Faça estágios não remunerados. Pois pode ser uma porta de entrada para o mercado de trabalho. Sempre se mostre disposto, e solícito e deixe claro aos seus chefes que esse trabalho será algo passageiro e que você tem uma larga bagagem em gestão de projetos (por exemplo);

Os estágios podem ser encontrados em sites de emprego. Normalmente cursos técnicos e universitários exigem-no para ter a graduação e, nesse caso, a instituição de ensino costuma publicar oportunidades em seus sistemas. O programa Interconnexion da Câmara de Comércio de Montreal (http://www.ccmm.ca/fr/programmes/programme-interconnexion/) oferece estágios e também promove cursos e eventos de networking;

– Instale aplicativos sobre os eventos que estão acontecendo próximo a você. Por exemplo o Eventbrite (www.eventbrite.fr);

– Leia o jornal da cidade, e procure saber se está acontecendo alguma feira de empregos;

– Ainda no jornal, olhe os classificados de emprego;

Abrimos um parêntese aqui. O marido de Renata assim como outras pessoas (não necessariamente da área de TI), começou trabalhando em uma fábrica à noite (achou o anúncio nos classificados dos jornais). Porém ele perseverou, e hoje trabalha com o que gosta. A esposa dele o ajudou, e seguiram basicamente os passos que nos mostramos a vocês nesse texto. Ter suporte moral ajuda! 😊

– Busque por eventos voltados para os imigrantes e para os não imigrantes também. Exemplo de uma empresa que organiza salões de emprego é a “L’Événements Carrières”. Vale a pena olhar o site deles. Segue o link: https://www.ecarrieres.com. Você também pode encontrar grandes salões de emprego em Québec cada ano : http://www.foireemploi.com/ e http://www.saloncarriereformation.com/ ;

– Participe de palestras, e fale com o palestrante no final da mesma. Apresente-se em alguns minutos (venda seu peixe) com entusiasmo e profissionalismo, faça com que ele se interesse por você. Isso não quer dizer garantia imediata de emprego, porém é um bom início para uma oportunidade no futuro;

– Faça um cartão de visitas para oferecer as pessoas (palestrantes por exemplo), que você acha que podem te ajudar a dar um ‘’Up’’ na sua carreira;

– Organize seu LinkedIn de tal forma que chame a atenção dos caçadores de talentos, os famosos ‘’head hunters’’. Envie convites e adicione apenas as pessoas do seu meio de atuação. Busque seguir e curtir os perfis de grandes empresas de tecnologia (para quem é de TI, no caso). Abaixo coloco alguns links com dicas sobre como criar e organizar o seu LinkedIn. Esses são apenas alguns, porém você pode realizar a busca direto no Google, colocando a seguinte frase: ‘’ Como melhorar seu perfil do LinkedIn’’, ou para ampliar suas buscas, você também pode realizá-las em francês e/ou inglês.

https://business.linkedin.com/content/dam/business/talent-solutions/regional/fr_FR/site/pdf/tipsheets/guide-linkedin-fr.pdf

http://www.lesaffaires.com/blogues/julie-blais-comeau/l-abc-linkedin-12-conseils-pour-votre-profil-virtuel/586750

http://epocanegocios.globo.com/Carreira/noticia/2017/07/como-melhorar-o-seu-perfil-no-linkedin.html

– Ainda sobre o LinkedIn, coloque-o em francês e inglês.

Quarto passo – curriculum vitae

Faça o CV (curriculum vitae) direcionado para a vaga que você deseja postular e organize-o nos moldes do Québec. Segue abaixo vários links com dicas sobre como preparar um bom currículo.

O primeiro link é do site do Emploi Québec. Nós recomendamos você realizar uma boa pesquisa neste site, pois é nele que você encontrará as melhores informações sobre busca de emprego, profissão, mercado de trabalho e etc. A partir dele, você poderá aventurar-se por outros sites. Uma recomendação é de colocar seus resultados concretos onde você obteve sucesso, com detalhes. Os empregadores gostam de situações concretas.

http://www.emploiquebec.gouv.qc.ca/citoyens/trouver-un-emploi/organiser-sa-recherche-demploi/outils-du-chercheur-demploi/curriculum-vitae/

http://www.revenuquebec.ca/fr/emplois/conseilspratiques/redigercv-conforme.aspx

https://www.jobboom.com/carriere/la-base-du-cv/

https://www.guichetemplois.gc.ca/pieces_jointes-fra.do?cid=6464&lang=fra (em francês e em inglês)

http://carrefourjeunesseemploi.org/tag/c-v/

Além do CV, você também terá que elaborar uma “Lettre de présentation”(carta de apresentação), para cada vaga de emprego escolhida. Ela também pode ser chamada de “lettre de motivation” ou de “lettre d’accompagnement”.

Nela estará suas qualidades e o “porquê” de você ser o candidato ideal para vaga apresentada. A “lettre de présentation”, juntamente com o CV, têm que chamar a atenção do empregador ou recrutador. No momento da entrevista você mostra todo o restante que não foi mostrado de maneira explícita nos dois primeiros, e é nesse momento que sua performance (venda do peixe) tem que ser a melhor possível, se quiser conseguir a vaga. Segue o link do emploi Québec mostrando como elaborar uma “lettre de présentation” (não exquece outra vez de focar nas suas realizações!).

http://www.emploiquebec.gouv.qc.ca/citoyens/trouver-un-emploi/organiser-sa-recherche-demploi/outils-du-chercheur-demploi/conseils-et-modele-de-lettre-de-presentation/

Quinto passo (que também pode ser o primeiro) – estabelecimentos de ajuda

Caso esteja sentindo dificuldades em se apresentar, e/ou se preparar para a entrevista de emprego e fazer seu CV, procure um estabelecimento de ajuda aos imigrantes ou contrate uma empresa particular.  Achamos de grande valia buscar ajuda de terceiros, especialmente quem entende mais sobre o mercado de trabalho daqui. Atualmente a Reloc Québec trabalha com a Renata (http://www.relocquebec.com/, https://www.facebook.com/relocquebec/), e através de nossos serviços, ela pôde enxergar com mais clareza seus objetivos de carreira.

As empresas que oferecem serviços de ajuda são voltadas para aqueles que já tem o visto de trabalho fechado ou o visto de residente permanente. Contratar serviços de uma empresa como a Reloc Québec, ajuda muito. É sempre possível fazer a busca e seguir os passos sozinho mas você tem que saber que demandará muita energia e pode ser bem cansativo. Você pode sentir-se desorientado por causa das milhares de informações que você precisa saber!

Lista de links com informações para ajudar os recém chegados a encontrar um emprego. No terceiro link, você encontrará uma lista de locais de apoio nas regiões de Montréal, Ville de Québec(Capitale Nationale), Montérégie e Outaouais.

http://www.emploiquebec.gouv.qc.ca/citoyens/trouver-un-emploi/services-daide-a-lemploi/

http://www.groupeinfotravail.ca/programmes/

http://www.immigration-quebec.gouv.qc.ca/fr/region/sessions-information/objectif-integration.html

http://www.hirondelle.qc.ca/

https://www.yesmontreal.ca/ (serviço oferecido apenas em inglês)

Sexto passo – se preparar para a entrevista

Após analisar seu “dossier” (CV + lettre de présentation), o empregador irá entrar em contato com você por telefone ou por e-mail para uma primeira entrevista. Segundo o cargo ofertado, o candidato pode passar por uma ou várias das etapas seguintes:

– entrevista(s);

– simulação de trabalho;

– testes escritos;

– simulação de situação de trabalho;

– apresentação oral;

– teste de personalidade e aptidão

Relato de caso

O marido da Renata passou pela maioria dessas etapas, e abaixo está descrito como foi cada uma delas.

Em um primeiro momento ele recebeu uma ligação de uma pessoa do RH. Nessa ligação ela fez perguntas sobre: a quanto tempo ele estava no Canadá, qual a situação dele (se tinha visto de trabalho válido),  quais eram as expectativas com relação a vaga ofertada, por quanto tempo trabalhou com a linguagem de programação Y, entre outras perguntas generalistas. Ainda nessa primeira entrevista ela avisou que haveria uma segunda entrevista por Skype.

A entrevista pelo Skype se passou com a pessoa do RH e outra que o avaliou de uma forma mais técnica. Fizeram perguntas sobre como ele resolveria um erro técnico, ou como se comportaria em caso de conflito na equipe. Foi uma entrevista mais aprofundada, para analisar como ele se comportaria diante de diversas situações que se apresentam no contexto de trabalho.

Após essa entrevista, ele foi convidado a fazer uma prova teórica. Na prova deparou-se com perguntas sobre a história da linguagem que ele desenvolvia, como desenvolver o trecho de um código, dentre outras de cunho bem técnico. Para se preparar para tal prova, ele pesquisou no Google a seguinte frase: ‘’1.000 perguntas sobre linguagem Y’’, e estudou cada uma delas. Você pode realizar pesquisas do gênero desde o início da sua preparação para a vaga de emprego.

Por último ele passou por uma entrevista com o diretor. Nela, foram feitas perguntas sobre quais eram as expectativas com relação ao novo emprego, quais as expectativas salariais, se estava disponível para exercer o cargo de imediato, etc.

Além das entrevistas, foi analisado seus antecedentes criminais e lhes pediram a equivalência de seu diploma. Para saber mais sobre os passos que você deve seguir para a realizar a equivalência acesse o link seguinte: https://www.immigration-quebec.gouv.qc.ca/fr/formulaires/formulaire-titre/evaluation-etude/marche-suivre.html

Uma dica extra: Sempre vá vestido socialmente (camisa social de manga longa, terno e gravata).

O passo – a – passo foi apenas à título de organização, mas você pode seguir a ordem que achar mais apropriada para sua condição atual. E caso tenha sugestões, escreva nos comentários. Porque como citamos no texto, é sempre bom ouvir a opinião do máximo de pessoas possíveis.

Recommend
  • Facebook
  • Twitter
  • Google +
  • LinkedIN
Share
Tagged in